Blog da Marina Diniz - Tudo sobre Política, Saúde, Cultura, Emprego e Cotidiano
Coronavírus em pets não é novidade!
Veterinária diz que o “novo” vírus ainda é incógnita sobre passar ou pegar dos animais. Vale higiene e prevenção!
date_range21/03/2020 às 10:26

Imagem: Reprodução

 

 

 

 

 

Uma das preocupações para quem tem animais de estimação é se eles também podem contrair ou repassar o novo vírus que causou a pandemia pela qual estamos passando. A Médica e doutora em Veterinária, Vanessa Barros, explica que os animais, até agora, não foram infectados pela Covid-19.

 

O Coronavírus é uma família, biologicamente falando, que já existe há algumas décadas e composta por vários tipos de vírus. Este que vem trazendo preocupação e cuidado em todo o mundo trata-se de um novo, onde ainda não há estudos e pesquisas aprofundadas sobre ele.

 

A veterinária e professora universitária alerta: quem estiver com suspeita deve se isolar dos animais, pois existem as mutações virais, onde o vírus muda de forma muito rápido e se adapta ao ambiente em que está. “Por isso é muito difícil controlar uma doença viral, porque o agente causador consegue se modicar na hora da replicação que está realizando dentro das células, então ele se replica de formas diferentes”, disse.

 

Caso a pessoa que esteja sob suspeita ou infectada não tenha com quem deixar o animal, é importante tomar alguns cuidados como usar máscara antes de chegar perto do animal, lavar as mãos antes e depois de tocá-lo, não beijar, abraçar, não deixar ele lamber, pois como esse vírus em específico é novo, não há tanto conhecimento sobre ele. Porém destaca-se que ainda não foram relatados casos do Covid-19 em animais, ATÉ AGORA!

 

Os animais podem ser afetados por outros tipos de coronavírus mais comuns e que causam reações mais brandas. Os *coronavírus* do tipo Alfa e Beta infectam gatos e cachorros, e os do tipo Gama e Delta geralmente infectam pássaros e peixes. Os cães infectados podem sofrer diarréias leves e os gatos podem ter Peritonite Infecciosa Felina (PIF). *É importante frisar que esses coronavírus não estão associados ao atual surto.*

 

“Prevenir é a melhor opção, além de sempre vacinar os animais!”, alerta a médica. Vanessa lembra ainda que o animal é vacinado no primeiro mês de vida e assim, fica imune de doenças comuns causadas pela família do coronavírus, como foi mencionado anteriormente, o Coronavírus que já existiam. 

 

Então, vamos lembrar de permanecer em casa com nossos bichinhos! Na dúvida, você pode fazer a consulta veterinária home também, assim você se protege e protege o animalzinho da aproximação com o novo Coronavírus.

 

 

Fonte: Commonike

Sobre
Graduanda de jornalismo na UFCA. Repórter do Jornal da Iracema e apresentadora do programa Qualidade de vida, na Rádio 91FM Iracema. Atuo também como assessora de imprensa da RBA promoções e eventos e da Hyper promoções.