Blog da Marina Diniz - Tudo sobre Política, Saúde, Cultura, Emprego e Cotidiano
Lar Acold completa 14 anos e precisa de ajuda seguir na luta das crianças e jovens com câncer
A fundadora do projeto é Marta, que transformou a dor em amor. Ela tem um filho que teve câncer e está curado, aí decidiu outras famílias
date_range11/07/2020 às 11:50

Imagem: Reprodução


Lar São Francisco ou Associação Comunitária Lucas Dantas- Acold (nome do filho da fundadora Marta Dantas). Ambos nomes se referem ao mesmo proejto social que hoje faz 14 anos: assistir crianças e adolescentes com câncer(e os familiares acompanhantes deles) nas cidades de Barbalha e Fortaleza.

A descoberta de um câncer não é nada fácil. Ainda mais quando se trata da doença de um filho. Marta Dantas é Assistente Social, Fundadora da Acold e mãe do Lucas Dantas, de 26 anos. Em 2003, quando o Lucas ainda era criança, sua mãe teve a triste notícia de que seu único filho estava com câncer. Nesse momento começou a luta de Marta para salvar a vida dele.
“Meu filho foi diagnosticado com leucemia linfoide aguda de alto risco com 9 anos de idade, numa fase em que desabrochava para a vida. A partir do momento do diagnóstico passamos a ter cuidados em período integral de todo o processo de adoecimento infantil. Tivemos o sofrimento psicológico, o medo da morte de um filho se misturou a preconceitos e estigmas que acompanharam o diagnóstico”, conta Marta mãe do Lucas.

Dias difíceis foram inevitáveis e de muitas lutas também, mas diante de todas as atribulações o câncer de Lucas Dantas foi vencido através do amor e carinho da família. Durante o tratamento do filho, Marta fez uma promessa “*Eu prometi a Deus que, assim que ele se curasse, iria me dedicar à causa do câncer e ajudar outras mães nesse momento”,* conta Marta Dantas.

E a promessa de Marta se concretizou e tem nome: *Lar Acold*.

Hoje a história do Lucas passou a ser um grande ato de solidariedade e amor ao próximo, através da Associação comunitária Lucas Dantas – ACOLD, Lar São Francisco de Assis.
A Acold conta com duas casas de apoio para crianças, adolescentes com câncer e seus familiares, de vários municípios cearenses é que nesses lares, encontram a acolhida, dormida, alimentação e sempre atenção e carinho.

As unidades de apoio estão localizadas em Barbalha e Fortaleza.
Hoje, a associação assiste *52 famílias, sendo 20 crianças em Barbalha e 32 crianças em Fortaleza.*

No local, as famílias assistidas têm direito à hospedagem gratuita e integral, seis refeições diárias, doações de exames, material médico hospitalar, material de higiene pessoal, fraldas e o que for necessidade básica para as crianças, incluindo máscaras e álcool em gel para este período de pandemia.

Marta Dantas relata que “A ACOLD transmite a minha experiência como mãe e a experiencia do meu filho, para que cada mãe que hoje está com um filho com câncer no Lar da ACOLD em Barbalha e no Lar da ACOLD em Fortaleza, posso afirmar que o câncer embora grave e ainda assustador tem cura”.

As famílias que precisam desse apoio devem entrar em contato pelo número
(88) 9.9866-5232, que será bem acolhido.

A ACOLD sobrevive de doações.Então a sua ajuda é muito importante para a continuidade desse projeto social. “Recebemos alimentos, doações em espécie para pagamento de gastos fixos, doações de roupas, calçados e acessórios usados em bom estado para o nosso brechó, doções de cabelos para o nosso projeto de perucas para as mulheres com câncer adultas e crianças. ”, relata Marta Dantas.

Doações

Quem puder doar pode entrar em contato pelo número
📞 (88) 9.9866-5232

Depósito ou Transferência
Associação Comunitária Lucas Dantas
Banco do Brasil
Agência 2300
Conta corrente: 20.761-6

Ou entregar pessoalmente:

Endereços do Lar ACOLD
Fortaleza
📍Rua Professor Vicente Silveira, 424
Vila União

Barbalha
📍Rua João Saraíva da Cruz, 145
Conjunto Nossa Senhora de Fátima

Nesses 14 anos ajudando essas famílias Marta diz que “O sentimento de estar cumprindo uma missão que é inerente a todo ser humano, mas, que nem todos sentem esse chamado e se sensibilizam com a dor do próximo. A melhor alegria da Alma é ser empático com o outro e fazer tudo para ele como se fizesse a si próprio”.

Fonte: Assessoria de Imprensa Commonike

Sobre
Graduanda de jornalismo na UFCA. Repórter do Jornal da Iracema e apresentadora do programa Qualidade de vida, na Rádio 91FM Iracema. Atuo também como assessora de imprensa da RBA promoções e eventos e da Hyper promoções.